Sigep: 78 anos preparando e estimulando o empresário gráfico

Julho, mais precisamente o dia primeiro, marca os 78 anos do Sigep (Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado do Paraná). Perto de oito décadas de existência, a entidade simboliza a força e união de empresários gráficos em prol do desenvolvimento do setor. Hoje, ao lado da Abigraf-PR, é o porto seguro que acolhe, prepara e estimula seus associados a superarem os desafios gerais da economia brasileira e os específicos da indústria gráfica.

A entidade foi se fortalecendo com a contribuição de cada uma das 29 diretorias empossadas até hoje e isso, na visão do atual presidente, Edson Benvenho, é o que mais o setor gráfico paranaense pode se orgulhar. “Você olha a história e vê quanto empenho e dedicação cada um dos presidentes e diretores deram, levando-se em conta as condições possíveis para cada época. Não é fácil administrar uma entidade que representa um setor tão essencial para a economia brasileira, pois lidamos com uma série de desafios que extrapolam o dia a dia de nossas empresas. É preciso uma visão global, muito conhecimento e, principalmente, comprometimento para fazer a entidade ser cada vez mais importante na vida dos associados”.

O surgimento do Sigep foi oficializado em 1 de julho de 1943, mas seis anos antes já dava seus primeiros passos. Os registros em uma ata mostram que em 31 de maio de 1937 um grupo de empresários já se reunia para discutir assuntos como tabela de preços e a atração de mais empresas para o grupo. Nessa época, o nome era Sindicato dos Empregadores em Artes Gráficas e Classes Anexas do Paraná, que tinha como presidente Clotário Carvalho Cruz. Esses encontros seguiram até 1943, quando o Ministério do Estado dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio aprovou, em 1 de julho, o estatuto e reconheceu o Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado do Paraná como entidade que representava as indústrias gráficas no estado. O primeiro presidente foi Argonauta Phaetonte Alves, que ficou no cargo até 1952.

Fundador da Fiep

O Sigep já era tão ativo que foi um dos sindicatos fundadores da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), que nasceu em 18 de agosto de 1944 por iniciativa do delegado do Ministério do Trabalho do Paraná, Álvaro Albuquerque. O objetivo era ter uma entidade que representasse todos os sindicatos. E a força do Sigep ficou ainda mais evidente quando um dos seus membros mais ativos, Heitor Stockler de França, foi escolhido como presidente da Fiep, ficando 13 anos seguidos no cargo.

Nos anos 50, sob a presidência de Oscar Schrappe Sobrinho, da Impressora Paranaense, o Sigep se fortaleceu e ganhou reconhecimento como sindicato atuante, principalmente porque evidenciou a sua luta pelos empresários. Em 1 de outubro de 1952, por exemplo, a diretoria firmou um documento em que pedia que o governo não interviesse no setor, o que vinha acontecendo com a criação de gráficas em autarquias. O assunto incomodava também outros estados, tanto que serviu de base para a realização do I Congresso da Indústria Gráfica, em junho de 1965, em São Paulo, o que acabou dando origem à Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica). Mais tarde, regionais da Abigraf foram surgindo por todo o Brasil, inclusive no Paraná, onde a Abigraf-PR foi criada em 4 de março de 1969. Desde então, Sigep e Abigraf-PR vêm atuando juntos nos interesses dos empresários gráficos.

Mais associados

Nos anos 70, um dos focos foi a atração de mais empresas para a base do sindicato, com visitas da diretoria em gráficas de todo o Paraná. Porém, não bastava trazer novos associados, era preciso repassar conhecimento a eles. Assim, surgiram ações como o I Encontro dos Industriais Gráficos do Paraná (maio de 1971), o boletim Opinião Gráfica (criado em dezembro de 1986, que, em 1998, se transformou na Revista Pré.Impressão), o InformAÇÃO – Fórum Paranaense de Tendências para a Indústria Gráfica (em 2001), o Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho (em 2002), entre outras. Além, é claro, do incentivo à participação em diversas feiras e eventos no Paraná e no Brasil, como o Congresso Brasileiro da Indústria Gráfica, que teve três edições no Paraná . O contato com os associados também foi se expandindo por meio das unidades do Sigep criadas pelo interior do Paraná e por meio de cursos e palestras em sua nova sede própria, inaugurada em dezembro de 2002, em Curitiba.

Para Edson Benvenho, o desafio atual é engajar ainda mais os associados. “Antes mesmo da pandemia, já vínhamos nessa missão de trazer o empresário gráfico para mais perto das nossas decisões. A razão de entidades como o Sigep/Abigraf-PR existirem é o quanto elas podem ajudar o empresário a melhorar os seus negócios. Mas não conseguimos fazer isso sozinhos. Até mesmo para mapearmos as demandas precisamos que o associados participem, deem suas opiniões, tragam seus problemas. Os anseios de cada um vão se reverter em soluções a todos. Portanto, aproveito mais este momento de celebração dos 78 anos para convidar todos a participarem do nosso dia a dia. Se ainda não dá para ser presencialmente, que seja por meio de nossas reuniões e eventos online”.

:: Comunicado ABIGRAF NACIONAL 039A / 2021 – EX – TARIFÁRIOS – BENS DE INTERESSE DO SETOR GRÁFICO – RESOLUÇÕES GECEX 212 e 213 de 2021 ::

RESOLUÇÃO GECEX Nº 212, DE 21 DE JUNHO DE 2021 – (amarelo)RESOLUÇÃO GECEX Nº 213, DE 21 DE JUNHO DE 2021 (amarelo)ABIGRAF NACIONAL / COM – 039A / 2021

– EX – TARIFÁRIOS –
– BENS DE INTERESSE DO SETOR GRÁFICO –
– RESOLUÇÕES GECEX 212 e 213 de 2021 –

Informamos a publicação das Resoluções GECEX nºs 212 e 213 (anexas) (DOU – 23.JUN.2021) que alteraram para 0% (zero por cento) as alíquotas ad valorem do Imposto de Importação incidentes sobre diversos bens, na condição de ex-tarifários, com vigência até 31.DEZ.2021.

Ficam, respectivamente, incluídos no Anexo I da Resolução nº 14 / 2020 e no Anexo I da Resolução nº 15 / 2020, ambas do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior, os Ex-tarifários incidentes sobre os Bens de Capital e Bens de Informática e Telecomunicações, listados nos anexos únicos das resoluções citadas acima.

O regime de “ex – tarifário” é um mecanismo para redução de custo na aquisição de bens, bem como de suas partes, peças e componentes, que consiste na redução temporária da alíquota do imposto de importação, quando não houver produção nacional.

Eventuais dúvidas poderão ser esclarecidas através do e-mail dejur@abigraf.org.br.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

São Paulo, 25 de junho de 2021.

:: CURSO OPERADOR DE ACABAMENTO EDITORIAL :: Senai Área Gráfica do Portão ::

O Senai Área Gráfica do Portão preparou cursos rápidos para o aperfeiçoamento de seus trabalhadores.💪🏻. O Sigep e Abigraf-PR e Stig-PR apoiam essa iniciativa!

O Curso de Operador de Acabamento Editorial tem como objetivo operar equipamentos de pós-impressão do segmento gráfico, utilizando matérias-primas, equipamentos, máquinas e ferramentas, de acordo com normas e procedimentos técnicos e realizar trabalhos manuais de pós-impressão.📚

⏳ 01.JUL.2021 a 01.NOV.2021
(segunda a sexta-feira, das 18h30 às 22h30) com um conteúdo programático de 200h.

🤓 Número mínimo de alunos: 20

⏺️ Valor cobrado às indústrias não associadas ao SIGEP: R$ 2.000,00 por aluno;

⏺️ Valor cobrado às indústrias associadas ao SIGEP: R$ 1.500,00 por aluno.

⚠️Interessados favor entrar em contato: email: marketing@sigep.org.br ou 41 99242.8595

www.cursoscertossenai.com.br

:: Virei líder. E agora? CURSO online Formação de Lideranças :: 22, 23 e 24 de JUNHO :: 19h às 21h

🌎 O mundo mudou! A sociedade digital transforma o cotidiano e modifica a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. O mundo novo requer líderes
capazes de inspirar pessoas em cenários instáveis, compartilhar objetivos, gerar engajamento e influenciar desempenhos superiores.

🤝🏻Esse curso é ideal para quem está começando em cargos de liderança e quer estar sintonizado com desafios e demandas da posição.

🗓️ 22, 23 e 24.JUN.2021

🕖 19h às 🕘 21h

🖥️ Para se inscrever é só acessar o link:

https://www.sympla.com.br/virei-lider-e-agora-formacao-de-liderancas__1168553

#liderança #lider #gestãodepessoas #gestãodeequipes

:: Recomendação sobre a vacinação dos integrantes do grupo de risco e portadores de comorbidades – Expedição Eletrônica de Documentos PA-PROMO 001119.2021.09.000/6

Compartilhamos recomendação anexa recebida do Ministério Público do Trabalho.

É importante frisar que a orientação e determinações constantes do documento visam garantir a celeridade no programa de vacinação, bem como a conscientização de todas acerca da sua importância e necessidade para retomada da economia.

Não há uma determinação legal para acatamento das medidas ali previstas, contudo, igualmente caberá a cada empresa, se fiscalizada, responder o motivo ao Ministério Público do Trabalho, pois em tese não há obstáculo para tanto.

Recomendação 92517.2021