Max Schrappe – O Empresário Gráfico das Américas


MAX SCHRAPPE
(MAX HEINZ GUNTHER SCHRAPPE, 11.12.1932 – 05.09.2021)

Cumprimos o doloroso dever de comunicar o falecimento de Max H. G. Schrappe, ex Presidente da Abigraf Nacional e filho de Oscar Schrappe Sobrinho, patrono de nosso Prêmio de Excelência Gráfica.

Família atuante na história do setor gráfico paranaense e de nossas Entidades (Impressora Paranaense)🙏🏻🙏🏻.

Nossos sentimentos aos familiares!

Para a grande maioria das pessoas, era apenas “Seu Max”; para falar com os agentes públicos e defender os interesses da Indústria Gráfica Brasileira, era “Sr. Max Schrappe”; para os filhos, era “Papai”; e seu espírito associativista, sua vontade de fazer diferente e sua visão empreendedora o tornaram o eterno Presidente da ABIGRAF. Era sempre reconhecido por seu legado à frente de todas as entidades da indústria. Não entrava no jogo para perder, não tinha medo de mudar e, com isso, conquistou um exército de admiradores por onde passou.
Era casado e pai de quatro filhos, descendente de uma família que há 4 gerações atua no setor gráfico. Ao longo de sua carreira como industrial, destacam-se a firmeza com que tratava de assuntos que dependem de governos, a habilidade no relacionamento com entidades representativas de trabalhadores e os excelentes resultados obtidos na luta pela privatização dos serviços gráficos desenvolvidos pelo Estado, o que lhe confere o profundo respeito de seus pares no setor e os diversos cargos e títulos recebidos.
Cursou seus estudos universitários na Faculdade Novo Ateneu, na cidade de Curitiba-PR. Nos anos de 1954 e 1955, estagiou na Alemanha, em fábricas de máquinas gráficas. Dominava fluentemente a língua alemã, além de comunicar-se nos idiomas inglês e espanhol.
Enumerar todos os cargos que Max Schrappe ocupou ao longo da sua trajetória não caberia neste boletim, mas, pela importância que tiveram, destacamos os principais.
Schrappe atuou no Conselho Consultivo da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha.
Em reconhecimento ao seu interesse e luta pelo setor, foi eleito, primeiramente, presidente da Abigraf – Associação Brasileira da Indústria Gráfica – Regional-SP (1982/86) e, na sequência, presidente do Sindigraf – Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo e da Abigraf Nacional, por várias gestões consecutivas (1986/89, 1989/92, 1992/95, 1995/98 e 1998/2001). O líder industrial exerceu, também por três gestões (1986/89, 1989/92 e 1992/95), a presidência do Conselho Diretor da ABTG – Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica, tendo sido Vice-Presidente nas gestões 1995/98 e 1998/2001.
Foi agraciado com o título “America’s Man of the Year 89” pela PAF – Printing Association of Florida – USA, por ter sido o empresário gráfico das Américas que mais se destacou por serviços em prol da indústria gráfica do continente americano.
Em 1989, foi eleito Diretor Executivo do CIESP – Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, tendo sido um dos responsáveis pela área de marketing associativo do DES – Departamento de Expansão Social, órgão que responde pelos serviços de atendimento aos 9.500 associados da entidade. Em 1991, foi designado, pela presidência da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, como Diretor Geral da II FEMPI – Feira de Micro, Pequena e Média Indústria.
Em novembro de 1990, representou o Brasil, como Delegado Empregador do País, na III Reunião Mundial Técnica Tripartite para as Indústrias Gráficas, realizada pela OIT – Organização Internacional do Trabalho, em Genebra, Suíça, tendo sido eleito Vice-Presidente Empregador da reunião e assumido a presidência geral na sessão plenária de aprovação das conclusões e encerramento dos trabalhos. O ano de 1990 registrou, ainda, sua posse como Coordenador do Conselho Consultivo para as Áreas Gráfica, de Máquinas e Equipamentos Gráficos e de Papel, Papelão e Celulose do Departamento Regional do SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SP.
No ano de 1991, passou a integrar, por convite direto do Ministério da Economia, Fazenda e Planejamento, o Grupo 11 das CEC – Comissões Empresariais de Competitividade – no âmbito do Programa de Competitividade Industrial. Assumiu, também, como membro do Conselho Temático Permanente de Relações de Trabalho e Desenvolvimento Social da CNI – Confederação Nacional da Indústria.
Por sua intensa participação na comunidade gráfica como empresário, Schrappe foi eleito sucessivamente, nos anos de 1985 a 1995, “Líder Empresarial do Setor Gráfico”, pelo voto direto de todos os empresários brasileiros, no fórum do jornal “Gazeta Mercantil”. Recebeu, também, em 1989 e 1995, o prêmio “Personalidade do Ano” da ANAVE – Associação Nacional dos Homens de Vendas em Papel, Celulose e Derivados, e, em 1995, foi eleito “Personalidade do Ano”, pela Revista “Embanews”.
Em 1993, foi eleito para a 1ª Vice-Presidência da FIESP/CIESP, tendo sido, em 1995, reeleito para a gestão 1995/1998 e exercido, quando necessário, a Presidência da Casa, na representação de seu titular, Dr. Carlos Eduardo Moreira Ferreira. Coordenava substitutivamente as reuniões dos Conselhos de Ação Política (CAP), Jurídico (CONJUR) e Superior de Economia e era normalmente responsável pela recepção às delegações governamentais e empresariais de países estrangeiros que procuram, por meio da FIESP/CIESP, interface com a indústria brasileira.
Em novembro de 1995, participou da cerimônia que homenageou os líderes empresariais eleitos na votação promovida pela revista “Balanço Anual 95/96”, quando recebeu diploma pela importância de sua liderança, em Curitiba-PR. Em dezembro de 1995, foi empossado como Membro do Conselho Deliberativo da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, em São Paulo – SP.
Em fevereiro de 1996, foi eleito e empossado 2º Vice-Presidente da ABRE – Associação Brasileira de Embalagem, em São Paulo – SP, cargo que ocupou até março de 2000, quando assumiu, como Membro do Conselho Representativo, a área de Embalagens de Papel.
Em dezembro de 1997, por ocasião da inauguração do Centro Técnico da ABTG, foi homenageado com a designação de seu nome para o auditório da entidade, em São Paulo – SP.
Em 04 de junho de 1998, assumiu a presidência da FIESP/CIESP, na gestão 1995/1998. Até seu falecimento, foi Vice-presidente e Membro Representante da FIESP – Federação das Indústrias no Estado de São Paulo, junto ao Conselho de Relações do Trabalho e Desenvolvimento Social da CNI – Confederação Nacional da Indústria.
Foi Presidente do Conselho Regional do SENAI-SP, eleito em outubro de 1998, tendo sido, ainda, membro da CATA – Comissão de Apoio Técnico Administrativo do SENAI Nacional.
Em setembro de 1999, lançou seu livro “O Gargalo do Liberalismo”, editado pela Makron Books do Brasil, em que analisa, por meio de 64 dos cerca de 900 artigos de sua autoria publicados pela grande imprensa brasileira no período 1989/99, os fatos políticos e econômicos que marcaram a conjuntura do país na década antecedente.
Em novembro de 1999, foi eleito e empossado como Vice-Presidente da CONLATINGRAF – Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica, tendo sido indicado para Presidente do CIFAG – Círculo Ibero-Americano de Formação em Artes Gráficas, órgão responsável na entidade pelo desenvolvimento da capacitação e aperfeiçoamento técnico de instrutores e profissionais gráficos do continente.
Em novembro de 2001, foi eleito e empossado como Presidente da CONLATINGRAF – Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica.
Só nos resta aqui, portanto, agradecer ao Max, por tudo que nos ensinou e nos deixou como legado, e ratificar nosso compromisso de dar continuidade aos seus ensinamentos, que, sem dúvida nenhuma, tornam o nosso setor muito mais unido e forte.

Prêmio Fornecedores 2020 – 2021

18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho

Vimos comunicar que com muito orgulho retomamos o 18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho, bem como o Prêmio Fornecedores – edição 2020/2021 com toda a precaução que o momento exige.

A Abigraf-PR é a única Abigraf Regional que realizará o prêmio 2020/2021! Além é claro, do Prêmio Pini, realizado pela Abigraf Nacional e ABTG, que também foi prorrogado para abril de 2022.

Nesta edição do 18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho sua empresa também poderá ser premiada e terá uma visibilidade incrível!!

Aproveitamos e compartilhamos a novidade para o prêmio às gráficas, especialmente nesta edição:

• todas as gráficas associadas terão UMA INSCRIÇÃO GRATUITA POR CATEGORIA, isto é, elas podem sim, fazer 60 inscrições gratuitas, o que poderá fomentar mais o prêmio!

Vamos nessa?

A Abigraf-PR acredita na retomada pós pandemia e incentiva toda a cadeia produtiva nesse momento de união!

Assim e em conformidade com a parceria firmada com vocês, sentimo-nos no dever de comunicar que hoje, dia 01 de setembro começa as inscrições do Prêmio FORNECEDORES para a realização do 18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho – edição 2020/2021.

O regulamento do Prêmio está abaixo e a também a ficha de inscrição.

Para conhecimento sobre o Prêmio Fornecedores:

Concorrem ao Prêmio Oscar Schrappe Sobrinho – edição 2020/2021 as empresas fornecedoras, fabricantes, detentoras ou representantes exclusivos e prestadores de serviço com identidade jurídica no território nacional.

A veracidade das informações fornecidas é de responsabilidade da empresa fornecedora ou prestadora de serviço que efetuou a inscrição.
Estarão disponíveis no banco de fornecedores, para votação, apenas as empresas que se inscreverem para participar do concurso.
Caso não exista o nome do fornecedor específico, a empresa pode assinalar a opção “não se aplica”.

O preenchimento do formulário para indicação do fornecedor é obrigatório a todas as empresas que inscreverem seus trabalhos no 18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho, e será vinculada à ficha de cadastramento da empresa.

Serão ganhadores do 18º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho, os inscritos das categorias de fornecedores e prestadores de serviço, que obtiverem a maior pontuação em votação estadual, somente pelas gráficas, nos quesitos abaixo:
• Atendimento técnico
• Atendimento comercial
• Confiabilidade no produto/equipamento
• Cumprimento de prazos
Será considerado 1 voto por CNPJ.
As notas serão de 01 a 05 sendo:
• Regular – 01 ponto
• Bom – 03 pontos
• Ótimo – 05 pontos
Em caso de empate será considerado vencedor o fornecedor que tiver obtido maior número de avaliações ótimas.
Marque com um “x” na(s) categoria(s) abaixo:
( ) Fabricante de chapas para impressão
( ) Revenda de chapas para impressão
( ) Fabricante/revenda de equipamentos de impressão plana
( ) Fabricante/revenda de equipamentos de impressão digital
( ) Fabricante de equipamentos para pré-impressão, sistemas e CTPs
( ) Revenda de equipamentos para pré-impressão, sistemas e CTPs
( ) Fabricante/revenda de equipamentos para acabamento gráfico
( ) Sistema de provas
( ) Sistemas de custos, orçamento, financeiro e etc
( ) Fabricante de tintas e vernizes
( ) Revenda de tintas e vernizes
( ) Fabricante/revenda de papel/cartão para impressão
( ) Fabricante de papéis especiais, finos e sintéticos
( ) Revenda de papéis especiais, finos e sintéticos
( ) Distribuidores de insumos gráficos
( ) Prestador de serviço de acabamento
( ) Software para gerenciamento de cores

INSCRIÇÃO PARA O PRÊMIO FORNECEDORES
• O formulário para inscrição está no anexo deste.
• Basta marcar com um (x) nas categorias que desejar participar e retornar para o email: marketing@sigep.org.br.
• Só concorrerão os fornecedores e prestadores de serviço cuja taxa de inscrição esteja paga até o dia 20 de setembro de 2021.

CRONOGRAMA PRÊMIO FORNECEDORES
• Início das Inscrições: 01 de setembro de 2021
• Término das Inscrições: 17 de setembro de 2021
• Premiação: 18 de fevereiro

VALORES ESPECIAIS PARA INSCRIÇÃO PRÊMIO FORNECEDORES
• Patrocinadores – 1º e 2º inscrições – GRATUITAS
• Demais inscrições – R$ 170,00 por inscrição
• Outros fornecedores – R$ 340,00 por inscrição

O PRAZO DAS INSCRIÇÕES É DE 01.09 A 17.09.2021!

A entrega dos troféus está prevista para o dia 18 de fevereiro de 2022 no Santa Mônica Clube da Campo – Colombo-PR, região metropolitana de Curitiba.

sigep_premio_regulamento_2020__2021__baixa

Inscrição Prêmio Fornecedores 2020.2021

Dúvidas pelo e-mail: marketing@sigep.org.br ou WhatsApp 41 99242-8595.

As inscrições do 26º Concurso Latino-Americano de Produtos Gráficos Theobaldo de Nigris já começaram e vão até 15 de setembro.

As inscrições do 26º Concurso Latino-Americano de Produtos Gráficos Theobaldo de Nigris já começaram e vão até 15 de setembro.

Inscreva suas peças: www.theobaldodenigris.com.br

As peças deverão ser enviadas até 17 de setembro para ABIGRAF Nacional, em São Paulo.

Peças produzidas: de 01 de janeiro de 2020 até 18 de julho de 2021.

Julgamento: 19 de outubro – Colombia

Premiação : 18 de novembro – Colombia.

Contamos com vocês.

FESPA Digital Printing está 100% confirmada e irá apresentar o poder da impressão digital!

A Prefeitura de São Paulo liberou a realização de feiras e eventos na cidade e agora podemos afirmar: a FESPA Digital Printing está 100% confirmada e irá apresentar o poder da impressão digital!

A feira terá sua programação adiantada em dois dias, sendo realizada de 18 a 21 de outubro de 2021, sempre das 13h às 20h, no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo.

A FESPA Digital Printing é o primeiro encontro presencial da indústria gráfica e de comunicação visual neste momento da retomada. Serão 4 dias demonstrando tecnologias de ponta em impressão digital para que empresas e profissionais possam acelerar o ritmo dos negócios e aproveitar as oportunidades que vêm sendo abertas em nosso mercado.

O número de pré-inscritos segue crescendo a cada dia, mostrando a necessidade dos eventos e sua força em conectar pessoas, gerar negócios, apresentar soluções ao vivo e contribuir para o crescimento do setor.

Se você já fez a inscrição para visitar a feira, fique tranquilo: ela está garantida. Agora, se ainda não fez o cadastro, o momento é agora!

Faça sua credencial de visitante gratuita e antecipada e concorra a uma Echo Dot 4ª Geração!

Está com dúvidas? Confira o status de sua inscrição em: www.fespadigitalprinting.com.br/visitar

:: Comunicado ABIGRAF NACIONAL 043A / 2021 – EX – TARIFÁRIOS – BENS DE INTERESSE DO SETOR GRÁFICO – RESOLUÇÕES GECEX nºs 219 e 220 de 2021 ::

ABIGRAF NACIONAL / COM – 043A/ 2021

– EX – TARIFÁRIOS –
– BENS DE INTERESSE DO SETOR GRÁFICO –
– RESOLUÇÕES GECEX nºs 219 e 220 de 2021

Informamos a publicação das Resoluções GECEX nºs 219 e 220 (anexas) (DOU – 20.JUL.2021) que alteraram para 0% (zero por cento) as alíquotas ad valorem do Imposto de Importação incidentes sobre diversos bens, na condição de ex-tarifários, com vigência até 31.DEZ.2021.

Ficam, respectivamente, incluídos no Anexo I da Resolução nº 14 / 2020 e no Anexo I da Resolução nº 15 / 2020, ambas do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior, os Ex-tarifários incidentes sobre os Bens de Capital e Bens de Informática e Telecomunicações, listados nos anexos únicos das resoluções citadas acima.

O regime de “ex – tarifário” é um mecanismo para redução de custo na aquisição de bens, bem como de suas partes, peças e componentes, que consiste na redução temporária da alíquota do imposto de importação, quando não houver produção nacional.

Eventuais dúvidas poderão ser esclarecidas através do e-mail dejur@abigraf.org.br.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

São Paulo, 21 de julho de 2021.

RESOLUÇÃO GECEX Nº 220, DE 19 DE JULHO DE 2021 (amarelo)
RESOLUÇÃO GECEX Nº 219, DE 19 DE JULHO DE 2021 (amarelo)

:: Influência Digital – Palestrante : Marcelo Minutti ::

Influencia Digital_Marcelo Minutti

Prezadas Associadas,

Em primeiro lugar, gostaríamos de agradecer quem pode participar da palestra “Influência Digital”, realizada na data de ontem numa parceria do SIGEP/ABIGRAF-PR, FIEP, CNI e com o SEBRAE.

Assim, estamos encaminhando em anexo a apresentação do palestrante Marcelo Minutti.

Lembrando que no próximo dia 03 de agosto às 09 horas teremos o tema “Sucesso na crise: aumento da produtividade, fazendo mais com menos” com o palestrante Marcos Yoshikazu Kawagoe. Vocês receberam o convite!.

Mas aproveitamos para já informar aqui o link de inscrição ao Evento : https://inevent.com/pt/CNI-1618502577/81-99-94-64-2-21-dialogos-2-1621260110-1622120097-/formulario.php

Sem mais, ficamos à disposição.

Um dia abençoado à todos!

Reunião do Setor Gráfico Paranaense:

Reunião do Setor Gráfico Paranaense:

• 15 de julho de 2021 – (quinta-feira)

• 18h30 às 19h30

• por videoconferência, na plataforma Microsoft Teams.

Na oportunidade trataremos de assuntos que a todos interessa, tais como: capacitação em novas tecnologias, aspectos gerais do setor na atual conjuntura, programação de eventos e assuntos gerais da atuação do SIGEP/ABIGRAF-PR.

Acesso à reunião:

https://bit.ly/3eaAuox

Agradecemos confirmar sua participação antecipadamente pelo e-mail: marketing@sigep.org.br.

Contamos com a sua presença!

Excelente semana a todos!

:: Capacite-se :: GERENCIAMENTO DE CORES :: Palestra GRATUITAS 13.JUL e o CURSO 27, 28 e 29.JUL você paga quanto puder!

Faça sua inscrição para a palestra: https://www.sympla.com.br/palestra—os-fundamentos-do-gerenciamento-de-cores-na-pratica__1247972

Faça sua inscrição para o curso: https://www.sympla.com.br/curso—os-fundamentos-do-gerenciamento-de-cores-na-pratica__1247996

Associados da ABIGRAF-PR TEM 50% DE DESCONTO, peça seu cupom pelo email: marketing@sigep.org.br.

Sigep: 78 anos preparando e estimulando o empresário gráfico

Julho, mais precisamente o dia primeiro, marca os 78 anos do Sigep (Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado do Paraná). Perto de oito décadas de existência, a entidade simboliza a força e união de empresários gráficos em prol do desenvolvimento do setor. Hoje, ao lado da Abigraf-PR, é o porto seguro que acolhe, prepara e estimula seus associados a superarem os desafios gerais da economia brasileira e os específicos da indústria gráfica.

A entidade foi se fortalecendo com a contribuição de cada uma das 29 diretorias empossadas até hoje e isso, na visão do atual presidente, Edson Benvenho, é o que mais o setor gráfico paranaense pode se orgulhar. “Você olha a história e vê quanto empenho e dedicação cada um dos presidentes e diretores deram, levando-se em conta as condições possíveis para cada época. Não é fácil administrar uma entidade que representa um setor tão essencial para a economia brasileira, pois lidamos com uma série de desafios que extrapolam o dia a dia de nossas empresas. É preciso uma visão global, muito conhecimento e, principalmente, comprometimento para fazer a entidade ser cada vez mais importante na vida dos associados”.

O surgimento do Sigep foi oficializado em 1 de julho de 1943, mas seis anos antes já dava seus primeiros passos. Os registros em uma ata mostram que em 31 de maio de 1937 um grupo de empresários já se reunia para discutir assuntos como tabela de preços e a atração de mais empresas para o grupo. Nessa época, o nome era Sindicato dos Empregadores em Artes Gráficas e Classes Anexas do Paraná, que tinha como presidente Clotário Carvalho Cruz. Esses encontros seguiram até 1943, quando o Ministério do Estado dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio aprovou, em 1 de julho, o estatuto e reconheceu o Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado do Paraná como entidade que representava as indústrias gráficas no estado. O primeiro presidente foi Argonauta Phaetonte Alves, que ficou no cargo até 1952.

Fundador da Fiep

O Sigep já era tão ativo que foi um dos sindicatos fundadores da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), que nasceu em 18 de agosto de 1944 por iniciativa do delegado do Ministério do Trabalho do Paraná, Álvaro Albuquerque. O objetivo era ter uma entidade que representasse todos os sindicatos. E a força do Sigep ficou ainda mais evidente quando um dos seus membros mais ativos, Heitor Stockler de França, foi escolhido como presidente da Fiep, ficando 13 anos seguidos no cargo.

Nos anos 50, sob a presidência de Oscar Schrappe Sobrinho, da Impressora Paranaense, o Sigep se fortaleceu e ganhou reconhecimento como sindicato atuante, principalmente porque evidenciou a sua luta pelos empresários. Em 1 de outubro de 1952, por exemplo, a diretoria firmou um documento em que pedia que o governo não interviesse no setor, o que vinha acontecendo com a criação de gráficas em autarquias. O assunto incomodava também outros estados, tanto que serviu de base para a realização do I Congresso da Indústria Gráfica, em junho de 1965, em São Paulo, o que acabou dando origem à Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica). Mais tarde, regionais da Abigraf foram surgindo por todo o Brasil, inclusive no Paraná, onde a Abigraf-PR foi criada em 4 de março de 1969. Desde então, Sigep e Abigraf-PR vêm atuando juntos nos interesses dos empresários gráficos.

Mais associados

Nos anos 70, um dos focos foi a atração de mais empresas para a base do sindicato, com visitas da diretoria em gráficas de todo o Paraná. Porém, não bastava trazer novos associados, era preciso repassar conhecimento a eles. Assim, surgiram ações como o I Encontro dos Industriais Gráficos do Paraná (maio de 1971), o boletim Opinião Gráfica (criado em dezembro de 1986, que, em 1998, se transformou na Revista Pré.Impressão), o InformAÇÃO – Fórum Paranaense de Tendências para a Indústria Gráfica (em 2001), o Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho (em 2002), entre outras. Além, é claro, do incentivo à participação em diversas feiras e eventos no Paraná e no Brasil, como o Congresso Brasileiro da Indústria Gráfica, que teve três edições no Paraná . O contato com os associados também foi se expandindo por meio das unidades do Sigep criadas pelo interior do Paraná e por meio de cursos e palestras em sua nova sede própria, inaugurada em dezembro de 2002, em Curitiba.

Para Edson Benvenho, o desafio atual é engajar ainda mais os associados. “Antes mesmo da pandemia, já vínhamos nessa missão de trazer o empresário gráfico para mais perto das nossas decisões. A razão de entidades como o Sigep/Abigraf-PR existirem é o quanto elas podem ajudar o empresário a melhorar os seus negócios. Mas não conseguimos fazer isso sozinhos. Até mesmo para mapearmos as demandas precisamos que o associados participem, deem suas opiniões, tragam seus problemas. Os anseios de cada um vão se reverter em soluções a todos. Portanto, aproveito mais este momento de celebração dos 78 anos para convidar todos a participarem do nosso dia a dia. Se ainda não dá para ser presencialmente, que seja por meio de nossas reuniões e eventos online”.